fbpx

Tudo Sobre DDD: O Que é e Lista Completa dos DDDs no Brasil

Imagem de capa para o blog sobre DDDs em todo o país.

Descubra o que você precisa saber sobre o DDD e tenha acesso à lista completa de DDDs no Brasil. Este artigo é essencial para empresários que desejam entender melhor as telecomunicações e a telefonia no país.

Sumário

Introdução

Homem falando ao telefone por chamada à distância, utilizando o VoIP para economizar custos.
Uso da telefonia VoIP para realizar uma ligação à distância. (Fonte: Freepik)

No cenário atual das telecomunicações no Brasil, compreender o conceito de DDD (Discagem Direta à Distância) é essencial para gestores de negócio que buscam otimizar a comunicação e reduzir custos. Então, o DDD permite realizar chamadas de longa distância de maneira eficiente e direta, sem a necessidade de operadores intermediários, o que é importantíssimo para realizar ligações para qualquer região do país.

Segundo a Anatel, o Brasil possui uma vasta rede de telefonia, com mais de 268 milhões de linhas ativas. Sendo assim, esse sistema é fundamental para a infraestrutura das telecomunicações, garantindo a conectividade entre diferentes estados e municípios. 

Continue a leitura desse texto para saber os seguintes pontos.

O Que é DDD

Definição de DDD

DDD, ou Discagem Direta à Distância, é um sistema utilizado na telefonia brasileira para realizar chamadas de longa distância. Este sistema permite que usuários façam chamadas interurbanas diretamente, sem a necessidade de intervenção de um operador. Para os gestores de negócio, entender o que é o DDD é fundamental para otimizar as comunicações e reduzir custos operacionais. O DDD é representado por um código numérico de dois dígitos que identifica a área geográfica de destino da chamada.

Antes da implementação do DDD, as chamadas de longa distância eram realizadas através de operadoras de forma manual. Portanto, ao ligar para outra região, você tinha que informar o número de destino para o operador, que iria, por sua vez, direcionar essa ligação para o destinatário. Esse operador conectava fisicamente os cabos para estabelecer a conexão entre as regiões. Por isso, costumava ser um processo lento e sujeito a erros.

Como usar o DDD

Esse código deve ser discado antes do número de telefone do destinatário quando se faz uma chamada interurbana. No Brasil, a telefonia é organizada de forma que cada região possui um código DDD distinto. Ao discar um número interurbano, o usuário deve primeiro digitar o prefixo da operadora de longa distância, seguido pelo código DDD da área de destino, e finalmente o número do telefone do destinatário. Esse processo garante que a chamada seja roteada corretamente através da rede de telecomunicações.

Os avanços tecnológicos simplificaram o uso do DDD, com muitos dispositivos armazenando automaticamente os códigos necessários. Além disso, aplicativos e serviços de telecomunicações modernos facilitam a inserção desses códigos, tornando a telefonia interurbana mais acessível. Com essas ferramentas, a comunicação à distância continua a ser uma parte vital das operações empresariais no Brasil.

No caso do VoIP, na maioria dos casos não é necessário inserir o código da operadora, sendo apenas necessário o DDD do destinatário + seu número. Mas vamos deixar claro como você pode realizar ligações para outras cidades/estados usando a telefonia tradicional.

Usando o DDD para cada operadora

Nós vamos usar como exemplo nosso melhor número (32) 3211-0536, como se você estivesse ligando para nos contratar!

  • OI:
    • Fixo: prefixo “0” + código oi fixo “30” + DDD da cidade do destinatário + número de destino. Exemplo: 0 30 032 32110536;
    • Celular: prefixo “0” + código de interurbano (31 ou 14) + DDD do destinatário + número de destino. Exemplo: 0 31 032 32110536 ou 0 31 014 32110536;
  • Vivo: no caso da vivo, o código é 15, portanto: “0” + “15” + DDD da cidade do destinatário + número de destino. Exemplo: 0 15 032 32110536;
  • Tim: para a TIM, o código é 41, sendo assim: “0” + “41” + DDD da cidade do destinatário + número de destino. Exemplo: 0 41 032 32110536;
  • Claro: o código da Claro é 21, portanto: “0” + “21” + DDD da cidade do destinatário + número de destino. Exemplo: 0 21 032 32110536.
  • Operadoras VoIP: nesses casos se julga interessante entrar em contato com a operadora que você utiliza, para saber se é necessário usar um código para realizar as ligações interurbanas. De antemão, a maioria das operadoras não precisam.

O que acontece se eu digitar o código de outra operadora (que não seja a do meu contrato) para realizar uma ligação interurbana?
Quando se utiliza o código de DDD de uma operadora diferente daquela que está sendo usada para a chamada interurbana, o que ocorre é que a ligação pode ser tarifada pela operadora do código DDD que foi discado. Isso pode resultar em tarifas diferentes das praticadas pela sua operadora de telefonia principal. Portanto, é importante estar ciente das tarifas de interconexão entre operadoras e das políticas de cobrança de cada uma para evitar custos adicionais não planejados ao realizar chamadas interurbanas.

Obs: Faça um teste ligando para nós, converse com um de nossos especialistas e garanta acesso a um sistema de gestão de telefonia para a sua empresa!

História do DDD no Brasil

Mapa do brasil pintado de verde.
Mapa do Brasil. (Fonte: Freepik)

A história do DDD no Brasil começa na década de 1970, quando a necessidade de melhorar a comunicação à distância se tornou evidente. Antes da implementação do DDD, as chamadas interurbanas dependiam de operadores para conectar ligações entre diferentes regiões. Este processo era lento e ineficiente, limitando a capacidade de comunicação das empresas e do público em geral.

Com a introdução do sistema de Discagem Direta à Distância, a telefonia brasileira passou por uma revolução. A Empresa Brasileira de Telecomunicações (Embratel) foi pioneira na implantação dessa tecnologia, permitindo que as chamadas interurbanas fossem feitas de maneira automática e direta. Isso marcou um grande avanço na infraestrutura de telecomunicações do país.

A evolução do DDD proporcionou uma comunicação mais rápida e eficiente, essencial para o crescimento econômico e a integração das diferentes regiões do Brasil. Hoje, o DDD é um componente fundamental da telefonia, facilitando a comunicação à distância para milhões de brasileiros. Portanto, entender essa evolução ajuda gestores de negócio a valorizar e utilizar de maneira eficaz as tecnologias de comunicação disponíveis.

Diferença entre DDD e DDI 

Compreender a diferença entre DDD e DDI é fundamental para gestores de negócios que lidam com telecomunicações. O DDD (Discagem Direta à Distância) refere-se ao sistema utilizado para realizar chamadas interurbanas dentro do Brasil. Este sistema utiliza códigos de área específicos para cada região, permitindo que chamadas de longa distância sejam feitas de forma eficiente e direta.

Por outro lado, o DDI (Discagem Direta Internacional) é usado para realizar chamadas internacionais. Enquanto o DDD utiliza códigos de dois dígitos para identificar áreas dentro do país, o DDI emprega códigos de prefixo internacional para conectar chamadas entre diferentes países. Isso torna a comunicação global acessível e eficiente para empresas que operam internacionalmente.

A principal diferença entre DDD e DDI reside no alcance geográfico de cada sistema. O DDD facilita a comunicação dentro do território nacional, enquanto o DDI permite a comunicação global.

Lista Completa dos DDDs no Brasil

DDDs por Estado 

Conhecer todos os DDDs do Brasil é essencial para otimizar a comunicação à distância entre diferentes regiões do país. Cada estado possui um ou mais códigos de Discagem Direta à Distância (DDD), que facilitam a realização de chamadas interurbanas. Os prefixos de telefonia fixa identificam a área geográfica de onde uma chamada é feita e são definidos pela Anatel. Cada cidade e região do Brasil possui seu próprio prefixo de dois dígitos, sendo o primeiro dígito indicativo da região e o segundo da cidade ou área local. Por exemplo, o prefixo 11 pertence à região metropolitana de São Paulo, enquanto o prefixo 21 pertence à região metropolitana do Rio de Janeiro.

Confira aqui todos os DDD’s do Brasil, separados por região:

Norte:

  • Acre (AC) – DDD 68 (todos os municípios)
  • Amapá (AP) – DDD 96 (todos os municípios)
  • Amazonas (AM) – DDD 92 e 97
    • DDD 92: Manaus e região
    • DDD 97: Tefé, Coari e região
  • Rondônia (RO) – DDD 69 (todos os municípios)
  • Roraima (RR) – DDD 95 (todos os municípios)
  • Tocantins (TO) – DDD 63 (todos os municípios)

Nordeste:

  • Alagoas (AL) – DDD 82 (todos os municípios)
  • Bahia (BA) – DDD 71, 73, 74, 75, 77
    • DDD 71: Região Metropolitana de Salvador
    • DDD 73: Itabuna, Ilhéus e região
    • DDD 74: Juazeiro e região
    • DDD 75: Feira de Santana e região
    • DDD 77: Vitória da Conquista e região
  • Ceará (CE) – DDD 85 e 88
    • DDD 85: Região Metropolitana de Fortaleza
    • DDD 88: Juazeiro do Norte e região
  • Maranhão (MA) – DDD 98 e 99
    • DDD 98: Região Metropolitana de São Luís
    • DDD 99: Região de Imperatriz
  • Paraíba (PB) – DDD 83 (todos os municípios)
  • Pernambuco (PE) – DDD 81 e 87
    • DDD 81: Região Metropolitana de Recife
    • DDD 87: Petrolina e região
  • Piauí (PI) – DDD 86 e 89
    • DDD 86: Região de Teresina
    • DDD 89: Região de Picos e Floriano
  • Rio Grande do Norte (RN) – DDD 84 (todos os municípios)
  • Sergipe (SE) – DDD 79 (todos os municípios)

Centro-Oeste:

  • Distrito Federal (DF) – DDD 61 (Brasília e região)
  • Tocantins: DDD 63 (todas as cidades do estado)
  • Goiás (GO) – DDD 62 e 64
    • DDD 62: Região Metropolitana de Goiânia
    • DDD 64: Rio Verde e região
  • Mato Grosso (MT) – DDD 65 e 66
    • DDD 65: Região Metropolitana de Cuiabá
    • DDD 66: Rondonópolis e região
  • Mato Grosso do Sul (MS) – DDD 67 (todas as cidades do estado)

Sudeste:

  • Espírito Santo (ES) – DDD 27 e 28
    • DDD 27: Região Metropolitana de Vitória
    • DDD 28: Cachoeiro de Itapemirim e região
  • Minas Gerais (MG) – DDD 31, 32, 33, 34, 35, 37, 38
    • DDD 31: Região Metropolitana de Belo Horizonte
    • DDD 32: Juiz de Fora e região
    • DDD 33: Governador Valadares e região
    • DDD 34: Uberlândia e região
    • DDD 35: Poços de Caldas, Pouso Alegre, Varginha e região
    • DDD 37: Divinópolis, Itaúna e região
    • DDD 38: Montes Claros e região
  • Rio de Janeiro (RJ) – DDD 21, 22 e 24
    • DDD 21: Região Metropolitana do Rio de Janeiro
    • DDD 22: Campos dos Goytacazes
    • DDD 24: Volta Redonda, Petrópolis e região
  • São Paulo (SP) – DDD 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19
    • DDD 11: região metropolitana de SP
    • DDD 12: São José dos Campos e região
    • DDD 13: região metropolitana da Baixada Santista
    • DDD 14: Bauru, Jaú, Marília, Botucatu, e região
    • DDD 15: Sorocaba e região
    • DDD 16: Ribeirão Preto, São Carlos, Araraquara e região
    • DDD 17: São José do Rio Preto e região. 
    • DDD 18: Presidente Prudente, Araçatuba e região. 
    • DDD 19: Região Metropolitana de Campinas

Sul:

  • Paraná (PR) – DDD 41, 42, 43, 44, 45, 46
    • DDD 41: Região Metropolitana de Curitiba
    • DDD 42: Ponta Grossa e região
    • DDD 43: Londrina e região
    • DDD 44: Maringá e região
    • DDD 45: Cascavel e região
    • DDD 46: Francisco Beltrão, Pato Branco e região
  • Rio Grande do Sul (RS) – DDD 51, 53, 54, 55
    • DDD 51: Região Metropolitana de Porto Alegre
    • DDD 53: Pelotas e região
    • DDD 54: Caxias do Sul e região
    • DDD 55: Santa Maria e região
  • Santa Catarina (SC) – DDD 47, 48, 49
    • DDD 47: Joinville, Blumenau, Balneário Camboriú e região
    • DDD 48: Região Metropolitana de Florianópolis e Criciúma
    • DDD 49: Chapecó, Lages e região

DDDs Mais Usados 

No Brasil, os DDDs das principais capitais, como São Paulo (11), Rio de Janeiro (21), Belo Horizonte (31) e Brasília (61), são amplamente utilizados devido à alta concentração de empresas e população nessas regiões.

Esses códigos são essenciais para a realização de chamadas interurbanas frequentes, facilitando a comunicação entre diferentes áreas. Para gestores de negócios, estar ciente dos DDDs mais utilizados pode ajudar na escolha de planos de telefonia mais econômicos e na melhoria da conectividade com parceiros e clientes em todo o país.

Futuro dos DDDs nas Telecomunicações

Vários headsets e computadores representando o VoIP, na utilização dos DDDs.
Headsets representando o uso do VoIP nos negócios. (Fonte: Freepik)

O futuro do DDD nas telecomunicações está intimamente ligado às inovações tecnológicas, especialmente com o avanço das soluções VoIP (Voice over Internet Protocol). Portanto, essas tecnologias permitem a realização de chamadas através da internet, reduzindo a dependência dos sistemas tradicionais de telefonia. Para gestores de negócios, a adoção do VoIP representa uma oportunidade para otimizar custos e melhorar a qualidade das comunicações à distância.

As inovações tecnológicas estão transformando a maneira como as empresas operam suas telecomunicações. Assim, o uso de aplicativos e plataformas digitais está simplificando o processo de discagem, eliminando a necessidade de códigos DDD em alguns casos. Além disso, a integração com sistemas de CRM (Customer Relationship Management) facilita a gestão de contatos e chamadas, tornando a comunicação mais eficiente e personalizada.

No cenário futuro, espera-se que o VoIP e outras inovações continuem a evoluir, proporcionando ainda mais recursos e flexibilidade para os negócios. A tendência é que a infraestrutura de DDD se torne cada vez mais integrada com soluções digitais, permitindo uma comunicação à distância mais rápida, acessível e adaptada às necessidades empresariais.

Como realizar ligações usando o DDD dos clientes? 

Sabia que é possível realizar ligações para outros estados com o DDD de destino atrelado ao seu número? Exemplo: caso ligamos para um cliente nosso em Santa Catarina, nosso número irá aparecer como (47) 3211-0536. Percebe a confiança que essa estratégia pode trazer para a sua operação? Isso pode fazer com que a taxa de ligações atendidas aumente consideravelmente, podendo ser muito útil para a sua empresa.

O nome dessa ferramenta é Bina Inteligente e nós podemos te ajudar a adotar essa estratégia em sua empresa! Clique aqui e fale com um de nossos especialistas. Saiba mais sobre essa e todas as outras funcionalidades (gravação de chamadas, URA personalizada, discador preditivo, gráficos e dashboards, etc) que o nosso software pode entregar para melhorar a sua Gestão de Telefonia.

Conclusões

Para gestores de negócio, compreender a importância do DDD na telefonia e na comunicação à distância é crucial. Desta forna, a evolução tecnológica tem revolucionado esse campo, proporcionando novas oportunidades para otimização de custos e melhorias na qualidade das chamadas. A integração de sistemas VoIP e outras soluções digitais promete continuar transformando a maneira como as empresas se comunicam, tornando os códigos DDD parte de um ecossistema mais amplo e integrado. Portanto, o futuro da telefonia está intimamente ligado à inovação, garantindo que a comunicação entre diferentes regiões do Brasil seja cada vez mais eficiente e acessível.

Compartilhe a postagem:

Últimos artigos

Vamos ligar para você!