Suporte

 Comercial

VoIP desvendado: da origem à maturação

Contém um telefone IP com um headset representando o uso do VoIP; em texto, o título do blog: "VoIP desvendado: da origem, à maturação"

Saiba tudo sobre o VoIP, tecnologia que pode cortar entre 40% e 90% o custo de chamadas na sua empresa: benefícios; aparelhos usados; influência da pandemia e muito mais!

  1. Protocolo IP
  2. Origem do VoIP com a Vocal Tec
  3. Maturação do VoIP
  4. Formas de se conectar o VoIP
  5. PABX, IPBX e IPBX Cloud
  6. Benefícios do VoIP
  7. VoIP no Brasil
  8. A pandemia e o aumento no uso do VoIP

Primeiramente, o VoIP, por definição, é uma sigla para Voice Over Internet Protocol, significando protocolo de voz sobre internet em português. Ele nada mais nada menos é um método de realização de chamadas utilizando a internet para a transferência de dados de voz. Desta forma, a internet é a base onde é feito todo o VoIP.

De acordo com a plataforma de reviews Finances Online, em 2020, o mercado global de VoIP foi estimado em US$46.9 bilhões, com projeções indicando um crescimento para US$183.7 bilhões até 2027. Esses números destacam a crescente relevância dessa tecnologia, que tem abraçado de maneira significativa organizações e empresas ao redor do mundo.

Para compreendermos a origem do termo, a função real desse método e os catalisadores por trás dessa transformação tecnológica, vamos, primeiramente, explorar a história da telefonia! Portanto, siga o fio:

Mapa do tempo da revolução telefônica no âmbito da transmissão de voz pela internet, o VoIP. Desde a criação do primeiro modelo de telefone, até o desenvolvimento de um hardware próprio para a telefonia por IP.
Linha do tempo da telefonia até a criação do VoIP.

Assim, a tecnologia criada em 1995 foi inovadora, porém permitia apenas ligações entre dois computadores. O software criado possuía baixíssima qualidade, apresentando vários cortes e atrasos. De fato, não era uma solução tão pivotada quanto é hoje. Entretanto, foi uma criação muito importante para o desenvolvimento que temos hoje em dia na área. 

Além disso, com a criação do hardware para a telefonia IP em 2000, o serviço ficou muito mais flexível para o usuário. Agora, além de entrar em contato a partir do CPU, as pessoas poderiam falar também a partir de um telefone. O mesmo seria conectado à internet, com a programação exigida para sustentar o VoIP.

Percebeu que o VoIP não existiria sem três pilares? São eles: o telefone, a internet e, principalmente, o protocolo IP. Então vamos falar um pouco sobre o que é o protocolo IP.

Protocolo IP

Em primeiro lugar, é perceptível que a criação do IP (Internet Protocol) em 1969 foi um marco na história da telefonia. Com esse protocolo, passou a ser possível a comunicação entre sistemas de computadores.

Além de buscar e encontrar a melhor rota possível entre dois sites, o protocolo IP é capaz de alterar uma rota de acesso caso a primeira tenha sido destruída. Essa tecnologia foi desenvolvida preventivamente nos Estados Unidos durante a Guerra Fria, integrada à rede de computadores militares estadunidenses ARPANET.

Ao introduzir essa inovação, a comunicação entre computadores tornou-se significativamente mais concisa. Desta forma, passou a representar uma forma de segurança quanto à comunicação, especialmente entre o governo e as forças armadas, em situações de guerra nuclear. Com a tecnologia buscando constantemente a melhor rota para interligar computadores, a chance dos EUA perderem informações passou a ser mínima.

Origem do VoIP com a Vocal Tec

Tal empresa, em 1995 desenvolveu o primeiro aplicativo de VoIP no mundo, denominado Internet Phone. Com muita simplicidade, o aplicativo era bem funcional, e permitia chamadas apenas de voz entre dois computadores com o aplicativo instalado. Era necessário um microfone e uma caixa de som.

A partir de 1996, a funcionalidade de enviar mensagens para o correio de voz foi colocada no sistema, tornando-o ainda mais completo.

Já em 1998 a empresa criou modelos chamados de Softphones, compatíveis com outros computadores. As ligações passaram a ser feitas entre esses dispositivos, permitindo, também, chamadas para telefones convencionais (analógicos).

Maturação do VoIP

Até o final de 1998, as chamadas baseadas nessa tecnologia representavam menos de 1% de todas as ligações de voz. Ela não tinha tanta abrangência pois, quando era realizada uma ligação, a pessoa tinha que escutar diversos anúncios. Isso ocorria pois o serviço era totalmente de graça, então o uso da publicidade era uma forma de monetizar o serviço.

Como o uso do protocolo IP sempre permitiu muita qualidade, velocidade e diminuição de custos, acabou sendo muito atraente para o uso do VoIP. Desse modo, para que as empresas se adaptassem à essa tecnologia, houve a criação e desenvolvimento de switches com recursos IP. Com isso, softwares foram criados para adaptar os telefones analógicos a esse protocolo. Tais softwares foram introduzidos em adaptadores chamados ATA’s (Adaptador para Telefone Analógico), parecidos com um modem. Segue um exemplo de modelo desse switch:

Imagem de um ATA (adaptador para telefone analógico)
ATA da Intelbras

A partir dos anos 2000 que essa tecnologia passa a ser utilizada em maior escala, devido ao aumento da velocidade de internet pelo mundo. O surgimento da banda larga permitiu que a conectividade do VoIP aumentasse. Nesse momento, 3 empresas passaram a criar seus próprios softwares para tal função no início do século XXI.

O VoIP no mercado

A partir disso, muitas empresas foram se adaptando a essa tecnologia. Algumas, para aproveitar das vantagens do VoIP, criaram call centers em outros países, como a Índia. Isso permitiu às empresas que aumentassem o seu horário de atendimento, podendo atender 24h por dia em fusos diferentes do fuso da sede.

Em 2003, o número de chamadas IP passou de 1% para 25% do total nos EUA, crescendo significamente. De antemão, em 2005, houve a criação do Skype! Muitos não sabem, mas essa ferramenta é sim um mecanismo de chamadas via VoIP que, inclusive, ajudou a impulsionar o uso desse tipo de telefonia. Assim, o que antes era mais conhecido em call centers e empresas, passou a ser de conhecimento do público no geral. Isso ajudou a popularizar muito o sistema.

Hoje em dia cerca de 42% das empresas utilizam o VoIP, pois percebem a economia e a qualidade de áudio que podem alcançar com tal tecnologia. A conexão ao VoIP foi cada vez mais facilitada ao longo dos anos. Agora é permitido o acesso até para um smartphone, caso ele tenha instalado o aplicativo de sua provedora.

Formas de se conectar o VoIP

ATA’s

Adaptadores para telefones analógicos, parecidos com um modem. Eles possuem uma função de switch, transformando o sinal analógico em digital. Eles funcionam como intermediários, conectando o analógico à internet. Para ser utilizado, basta que a internet esteja conectada, não sendo necessário o uso de qualquer outro software.

Telefone IP

São equipamentos específicos para usuários que precisam de qualidade máxima em suas ligações; esse telefone já recebe o sinal da operadora em formato digital e usufrui de muitos recursos que facilitam as atividades do dia a dia.

Softphone

Softwares que permitem ao usuário usufruir de uma experiência similar à do telefone comum. Têm a vantagem de poderem ser instalados em diferentes equipamentos, como celulares, tablets, computadores de mesa e notebooks (necessário um plano VoIP)

Smartphone

Aplicativo para Android ou iOS. Carregue o número de seu telefone fixo para onde você for, no seu bolso.

Esses aparelhos, bem como headsets e gateways, podem ser encontrados na Loja Mundi, referência no setor!

Além desses aparelhos, para extrair o máximo da telefonia por IP, foram criados novos métodos ou sistemas de rede. Com esse objetivo, já tivemos presentes no mercado as seguintes ferramentas: PABX, IPBX comum e IPBX na nuvem. Conheça as diferenças a seguir.

PABX, IPBX e IPBX Cloud

Desde já, todos são, nada mais nada menos que um sistema de troca de canais (switching) de telefonia que conecta vários ramais de escritório entre si. Além de realizarem a interconexão interna, também comunicam externamente.

  • PABX (Private Automatic Branch Exchange): é um sistema de comutação telefônica privado utilizado dentro de uma organização. Tradicionalmente, usa tecnologia analógica ou digital para rotear chamadas telefônicas dentro de uma rede empresarial. Pode envolver hardware físico instalado no local da organização.

  • IPBX (Internet Protocol Private Branch Exchange): é uma evolução do PABX, utilizando tecnologia de Protocolo de Internet (IP) para transmitir chamadas. Portanto, utiliza a rede IP já existente no seu local de trabalho para transimitir voz e dados. É um avanço, pois não precisa da utilização do cabeamento. Assim, é uma instalação relativamente mais simples e dispensa a manutenção dos cabeamentos. Pode ser implementado localmente (on-premise) ou como uma solução hospedada. A última solução é chamada de IPBX Cloud.

  • IPBX Cloud, ou PBX VoIP: é uma versão do IPBX onde o sistema é hospedado na nuvem, em servidores remotos gerenciados por um provedor de serviços. Elimina a necessidade de hardware no local, já que toda a infraestrutura está na nuvem. Oferece flexibilidade e escalabilidade, permitindo que as empresas paguem apenas pelos recursos que utilizam.

Assim, é possível notar que o PBX IP é muito mais recomendado, pois traz maior escalabilidade, permite integrações com CRM e pode ser atualizado com novas funcionalidades em qualquer momento. Além disso, pode ser instalado em softphones, telefones IP e computador, sendo mais flexível que o PBX tradicional.

Benefícios do VoIP

  1. Reduza custos: os gastos com a telefonia podem chegar a ser até 90% menores do que na telefonia analógica. Além disso, o custo com manutenção é bem menor, visto que exige manutenção periódica da estrutura de cabos.
  1. Facilidade na implantação: o sistema necessita apenas de uma conexão com a internet.
  1. Melhore a comunicação interna: a criação de ramais internos permite que os agentes liguem entre si; ótimo na resolução de problemas entre filiais ou pessoas que estão de home officce.
  1. Integre o VoIP a outros softwares: esse aplicativos costumam possuir API para integração com outros softwares; assim, ao obter um lead, por exemplo, é possível encaminhar o contato diretamente para o seu CRM.
  1. Informações para embasar decisões: além da telefonia, esses softwares comumente apresentam gravação de chamadas. Isso pode ser muito relevante para entender melhor os casos específicos, e saber tomar decisões com clareza.
  1. Segurança: como o VoIP é baseado na internet, a preocupação com a segurança é muito grande. Portanto, os provedores criam criptografia para as ligações, reduzindo os riscos de interceptação de chamadas a quase zero.
  1. Liberdade: os serviços de VoIP não possuem fidelidade, portanto não obrigam você a permanecer em um plano que não deseja.
  1. Locomoção: a funcionalidade de instalar um ramal em seu celular, permite que você atenda a seus clientes em qualquer lugar que esteja.
  1. Atenda com maior capacidade: possibilidade de instalar quantos ramais quiser na sua operação; transferência de ligações realizada de forma fácil e eficiente; possibilita o atendimento em vários dispositivos, ajudando a abranger

VoIP no Brasil

O VoIP despontou juntamente com o boom da internet na década de 90 pelo mundo. Assim como o advento da internet, essa tecnologia veio para tomar o mundo inteiro. Nesse momento, as conexões de banda larga passaram a existir e permitir que essa tecnologia funcionasse com qualidade. Porém, o Brasil ainda tinha conexões de internet com pouca velocidade. Isso ocasionou em certo atraso para o VoIP chegar com força no país.

Tal infraestrutura de internet melhorou nos anos 2000, permitindo, agora, que muitas empresas passassem a trabalhar com esse meio de comunicação.

Como exemplo dessa popularização, podemos citar uma publicação feita pelo jornal O Globo em 2006, informando que os preços da telefonia IP eram até 350% menores que os da telefonia convencional! Claro que essa porcentagem abaixou ao longo dos anos: os serviços de VoIP, depois de 2006, apresentaram muita melhoria em qualidade e, a custo disso, também ficaram um pouco mais caros. Mas ainda assim são muito mais econômicos que a telefonia analógica.

Dados mostram que em 2015 cerca de 32% das empresas com conexão com a internet utilizam o VoIP no Brasil. O serviço tem ajudado muitas Start Up’s a crescerem exponencialmente no mercado, por causa de seus custos baixos.

A pandemia e o aumento no uso do VoIP

É notório que a pandemia influenciou na vida de toda população mundial. As rotinas, os relacionamentos e os negócios foram afetados de forma direta pelo COVID-19. A quarentena forçou as empresas a se adaptarem de forma rápida a esse mal, tentando inovar em meio ao caos.

O modelo de trabalho remoto não era muito conhecido até então, porém em 2020 as organizações tiveram que usá-lo. Era a única solução viável na época que poderia ajudar a manter a comunicação interna entre as companhias.

Desta forma, plataformas VoIP e similares se tornaram indispensáveis na época. Tanto os VoIPs tradicionais, fornecidos por provedores, quanto servidores como Discord e Microsoft Teams, se destacaram como ferramentas essenciais.

Segundo o portal Finances Online, 42% da força de trabalho estadunidense passou a trabalhar em home office no ano de 2020. O próprio Microsoft Teams obteve um aumento de 500% no número de chamadas em março de 2020 na sua plataforma.

Desta forma, podemos perceber que são números realmente impressionantes. É interessante entender que a tecnologia já estava preparada para ser utilizada, graças aos avanços tecnológicos que tivemos nos últimos anos. Caso ela não tivesse sido desenvolvida, certamente viria a aparecer em decorrência da pandemia.

Compartilhe a postagem:

Últimos artigos